SEJAMOS TODXS FEMINISTAS

Sobre uma desalienação provocada

Maria Luiza está dando a volta por cima. Nunca entendeu exatamente o que essa expressão queria dizer, porque a expressão sempre esteve muito ligada àquela ideia de alguém que passou por uma fase ruim (tsc) – como se a vida fosse cheeeia de alegrias – e “dava a volta por cima” como um sentimento de vingança, que afirmava  para outrem – qualquer um que fosse – que estava melhor do que antes. O fato é que ela estava dando a volta por cima, mas no sentido oposto ao que a expressão poderia significar no senso comum. Ela nem estava num super trabalho, esbanjando ao pagar a conta dx convidadx nos (bons) cafés que tomava por aí, sempre criados como pretextos (e ela faz isso como ninguém); tampouco fotografando, fazendo teatro, viajando com seus  filmes, namorando, escrevendo ou morando naquele puta apartamento num dos bairros mais badalados de São Paulo…

Ver o post original 1.303 mais palavras