Ela quer voar.
Por isso deixou que o ex-namorado tatuasse duas asas bem grandes em suas costas, antes dele traí-la com a sua mãe.
Ela quer se livrar.
De tudo que sentiu ao ser pisada, ignorada e humilhada.
Só quer sumir.
Desaparecer.
Mas para aonde?

Para qualquer lugar.
Não sendo este aqui, qualquer lugar poderá ser melhor. Ou até quem sabe, talvez ela encontre alguma vida por lá, ou se encontre.

Mas seus pés estão presos ao chão desigual dessa Terra. Seu all star, velho e desbotado já não aguenta mais dez passos. As poucas moedas que carrega no bolso de sua calça jeans emprestada também não permitem sua liberdade.

Então, de braços abertos e de olhos fechados ela se entrega.
Amanhã ela será apenas mais uma notícia sensacionalista nos jornais durante o dia inteiro. Mostrarão seu corpo quebrado, seu crânio partido e seu rosto ensanguentado e triste.
Tudo para a sociedade do espetáculo.
Tudo para esta vida que mais parece um circo de horror sagrado e devoto de todos os dias.

 

12_07_2011_20_30_15_195850920

Anúncios