Eu quebrei o espelho
Para não enxergar o meu verdadeiro reflexo
Eu quis ser tudo que você quis
Eu sempre quis que você tivesse orgulho de mim
Mas todo esse tempo eu me destruí.

Agora eu tento encontrar o meu ego nesses cacos de vidro
Me rastejando, sangrando até ficar completo novamente
Mesmo em pedaços, irei colar minhas dores
E tentarei não deixar elas me tomarem a vida
Como sempre me aconteceu
Por me sucumbir a tudo que você sempre me exigiu.

Por você eu tranquei o meu ego num quarto escuro
Vivendo em sombras, dormindo na escuridão
Por você eu sempre tive vergonha de mim
E acabei por perder-me de mim mesmo
Eu gritei de dor e de desespero
Mas você não quis ouvir,
Ninguém quis ouvir.

Por você eu escolhi morrer todos os dias
Em detrimento do meu verdadeiro rosto
Por você eu me neguei todos esses anos
E fui adoecendo.

Por você eu me afundei em mentiras e fingimentos
Por você eu me mascarei pra todos e pra mim mesmo
Por você eu vivi de personagens tentando me esquecer
E nesse labirinto, preso
Eu só encontrei a morte e a dor de viver.

A vida me sufocava
O dia amanhecia escuro e temeroso
A noite se aconchegava docemente e me abraçava
Estava no escuro, como estava o dia inteiro.

Por você eu deixei que minha mãe morresse em seus braços
Por você eu deixei que meu irmão apanhasse até desmaiar
Por você eu me tornei uma criança sombria e retraída
Por você, precocemente eu perdi a vida e a razão de viver.

Por você, já adulto,
Eu me tornei dois
O personagem de dia e eu à noite,
Sozinho em minhas sombras
E por você respirar era muito angustiante
E rezava todos os dias para Deus me levar.

Agora, velho e sem força
Por você eu sinto dor
Somente dor
Dor por ter vindo de através de você
Dor por ter convivido com você
Dor por ter te abraçado quando estava com medo
Dor por acreditar que você espantava todos os meus fantasmas
Enquanto na realidade você era o que mais me assombrava.

Agora, perto de morrer
Sinto a morte me beijar suavemente
Enfim, poderei viver livremente
Sem dor de ter te conhecido
Sem dor de ter confiado em você
Arrependido por ter te amado tanto quando era criança
Por ter acreditado que era o meu super-herói
E que estaria sempre combatendo os meus inimigos
Sem saber que você sempre foi o pior de todos eles.

Agora, em meu último suspiro
Eu vejo a escuridão do Universo e me sinto feliz e leve
Estou indo em direção à Luz de onde jamais deveria ter saído
E vejo mamãe sorrindo para me abraçar
E vejo que todos os meus traumas irão cessar de me atormentar
E vejo que nunca mais me lembrarei de você: pai.

 

hqdefault (8)

Anúncios