Tenho evitado olhar para mim

Tenho evitado me sentir, me ouvir,

Me enxergar por dentro

Pois há muito pra se curar aqui

Há muito pra se juntar do nada que me restou após todos esses anos de medos.

 

Seguindo o mesmo caminho eu me perco

E ouvindo todos os fantasmas que sobrevivem às sombras de meus cansados passos

Eu sinto que há muito a se iluminar dentro de mim

Há muito a se aprender,

Há muito que seguir.

 

Algumas feridas parecem não querer se cicatrizar

Por Deus eu quero tanto me libertar!

Me libertar de tudo que senti sem suportar

Me libertar de tudo que não pude fazer para evitar

A minha própria morte…

 

Sempre infeliz com o meu próprio reflexo

Hoje eu sei que não tive tanta culpa

Mas a minha memória me perturba

Dizendo que eu fui fraco

Dizendo que eu poderia ter sido mais forte.

 

Às vezes me pergunto se há algum espírito aqui dentro

Minha alma tão pesada de dor, desilusão e angústia

Parece querer se livrar de mim

E sinto toda a minha sanidade se esvair.

 

Como um pássaro que foge do gavião

Como uma luz passageira que veio só se despedir

Eu aqui, sozinho nesse quarto escuro dentro do meu peito

Já não suporto mais todo esse tormento

Já não suporto esta morte me congelando por completo.

 

Há muito desespero gritando em mim

Há muito que se apagar de minha mente

Há muito que se penetrar em meu inconsciente

Para que eu consiga me livrar de toda essa culpa

E possa seguir com leveza o meu caminho

Para que eu jamais adoeça como adoeço em meus fins.

 

Há tanta dor para se levar de mim

Há tanto trauma para se tratar

Eu espero ansiosamente a minha luz se emergir

Só que agora consciente

Só que agora forte o bastante

Para não me deixar morrer em minhas crises de pânico.

Para não me deixar morrer em meu próprio existir.

 

Eu sonho com o dia em que vou poder caminhar sem este peso

Sonho com o dia em que acordarei deste pesadelo

Como quem acorda assustado, mas é abraçado

Como quem é ressuscitado de si mesmo.

 

Para que um dia eu possa enfim,

Respirar livremente

Para que eu possa ser mais um sobrevivente

Desse caos que é o meu inconsciente

Que dia após dia me entorpece me levando ao pior lugar de mim,

A minha própria mente.

esculturas_cemiterio_09

Anúncios