É noite.

O vento não sopra ao meu favor

As folhas caem e voam abruptamente

Os galhos balançam num incessante tremor

E junto da minha aflição

Compõe uma bela e triste canção de terror.

 

É noite.

Eu estou sem ela

Que espanta a minha solidão

Que me abraça, me aperta

Me dá o seu calor

E acalma o meu coração.

 

É noite.

E ela ainda não chegou

Será que o mau tempo a levou?

De mim,

Para sempre a seqüestrou?

 

O que será de mim, sem o meu amor?

O que será de minha alma,

Sem o teu calor?

 

Ainda é noite,

E ouço os passos dela.

Os sons de seus sapatos se aproximam

Trazem-me uma pequena esperança

E mais próxima de mim, enfim

Ela está agora.

 

Meu coração palpita ininterruptamente

Numa velocidade brusca que me assusta

Me paralisa o espírito

Me assombra

Mas enfim,

O meu amor chegou

E em meus braços ela estará

E adormecerá como sempre.

 

Ao ouvir o som aterrorizador do girar da maçaneta

E a canção paralisadora do abrir lentamente da porta

Minha aflição se torna angústia

Será mesmo o meu amor?

Vejo um espírito gigante e sem luz

Coberto de uma vestimenta da cabeça aos pés

O seu rosto está escondido por uma escuridão

Que me apavora.

 

Há um capuz em seu rosto

Que imagino ser um anjo

Se passando de um mau espírito

Para me assustar

E me deixar mais ainda aflito.

 

O espírito parece não ter pés

A sua vestimenta oculta todo o seu corpo

Não ouço barulho de passos

Que antes me paralisavam de medo e aflição.

 

E se arrastando pelo chão

Sua escuridão me atormenta

E pergunto:

Quem é você?

Que chega assim sem dizer nada

Congelando a minha alma

Acelerando o meu coração?

 

E ela,

Se aconchega como quem quer conversar

Talvez esteja solitária também

Como eu

Sem a sua estrela para brilhar

Dentro de um abismo sem fundo

Sem a imensa luz do luar.

 

Senta ao meu lado

E sinto frio

Beija-me a testa

Me escondendo em sua vestimenta

E sussurrando, me diz:

É chegada a sua hora querido

Toda a sua angústia acabou

E para o eterno vale das sombras,

Me levou.

 

homem_so

Anúncios